ESCOLHA SEU PAÍS / REGIÃO

Leigh Duffy
Leigh Duffy outubro 30, 2018

Os riscos do fentanil põem o foco na proteção das mãos em muitos ambientes

O fentanil é um poderoso fármaco sintético que é semelhante à morfina e à heroína, mas 50 a 100 vezes mais potente. Capaz de provocar sobredosagens, mesmo através de contacto acidental por via de inalação, ingestão ou absorção através da pele, o fentanil e os seus equivalentes pertencem à classe de fármacos conhecidos como opiáceos sintéticos de ação rápida que aliviam a dor. Taxas crescentes de utilização e dependência de fentanil estão a colocar toda a gente, desde técnicos de intervenção primária, autoridades policiais, contínuos/pessoal de manutenção e muitas outras pessoas, em maior risco de exposição acidental. Apenas 2 a 3 miligramas de fentanil (o equivalente em tamanho a 5 a 7 grãos de sal de mesa) podem provocar uma sobredosagem. Para determinar o nível adequado de EPI necessário, deve recorrer-se a uma avaliação exaustiva dos riscos para estabelecer o nível potencial de exposição e o risco associado a este poderoso fármaco sintético. Com base nos cenários de exposição ao risco do fentanil, os centros norte-americanos de controlo e prevenção de doenças (CDC), o instituto norte-americano de saúde e segurança no trabalho (NIOSH) e o conselho interagências de normalização e interoperabilidade de equipamentos dos Estados Unidos (IAB) publicaram matrizes de EPI que fornecem orientação sobre a seleção de proteção respiratória, facial, ocular, manual e dérmica. A Ansell está aqui para o(a) ajudar a combater o fentanil com as nossas soluções testadas.