ESCOLHA O SEU PAÍS / REGIÃO

PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS

Considerações de Segurança no Setor de Processamento de Alimentos

O processamento de alimentos se refere à transformação dos produtos agrícolas em alimentos e ao método de produzir uma forma de alimento a partir de outra. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) existem 36,1 mil empresas processamento de alimentos e bebidas no Brasil¹ e a fabricação de alimentos emprega 1,7 milhão de trabalhadores.¹

O processamento de alimentos abrange uma ampla gama de aplicações, incluindo corte, cozimento, armazenamento a frio, pasteurização, embalagem, higienização e manutenção. Essas aplicações exigem equipamentos de proteção individual para garantir a segurança não só dos trabalhadores, mas também dos alimentos que eles manuseiam. Globalmente, a indústria de processamento de alimentos compra US$ 1,3 bilhão em EPIs a cada ano.

Identifique os perigos e reduza as lesões no local de trabalho sem custo com uma avaliação AnsellGUARDIAN®.
CONTATE UM REPRESENTANTE >

PERIGOS DA INDÚSTRIA

Em 2018, o número de incidentes com trabalhadores da indústria de produtos alimentícios e bebidas no Brasil foi 46.369², o valor mais alto da indústria da transformação com 31%. Queimaduras, cortes e escorregões estão entre os tipos mais comuns de lesões em plantas de processamento de alimentos. As soluções de EPI apropriadas devem proteger os trabalhadores desses riscos, ao mesmo tempo em que protegem os alimentos contra possíveis contaminações.

O extenso portfólio de proteção para as mãos e o corpo da Ansell garante a segurança dos trabalhadores de processamento de alimentos e dos produtos que eles manuseiam. Para a proteção contra o risco de corte, queimadura, respingo de produtos químicos, contaminação, doenças muscuesqueléticas e outros perigos na indústria de processamento de alimentos, a Ansell oferece uma ampla gama das melhores soluções.

SOLUÇÕES ANSELL

Para aplicações de processamento de alimentos com baixo risco de danos pessoais, o principal objetivo do EPI é proteger os alimentos contra a contaminação. A Ansell oferece um amplo portfólio de soluções de proteção aprovadas para contato alimentar, desenvolvidas em conformidade com as mais rigorosas exigências do setor e do governo. Nossos EPIs compatíveis com alimentos são feitos apenas com materiais seguros, que podem entrar em contato com alimentos, legalmente aceitáveis e certificados, projetados para garantir a integridade dos alimentos e reduzir o risco de contaminação, doenças transmitidas por alimentos e recalls de produtos.
Abater, desossar, fatiar, cortar e picar exigem o uso de facas afiadas e máquinas, gerando risco significativo para as mãos e braços dos trabalhadores. O risco aumenta quando superfícies, mãos e ferramentas ficam escorregadias devido ao óleo, graxa e gorduras nos alimentos. Papelão, embalagens e paletes também podem gerar cortes, escoriações e fragmentos. Para muitas aplicações de processamento de alimentos, os trabalhadores precisam de EPIs aprovados pela FDA que ofereçam proteção ao corte confiável, juntamente com uma aderência segura.

As luvas resistentes ao corte da Ansell são feitas com tecnologias inovadoras para proporcionar excelente proteção ao corte com maior destreza, aderência e conforto. A tecnologia INTERCEPT™ é um fio exclusivo e resistente a cortes que oferece maior leveza e conforto que outros fios de marca. A tecnologia ANSELL GRIP™ consiste em um tratamento do revestimento que minimiza a força necessária para segurar ferramentas ou materiais, aumentando a segurança e a produtividade.
Para garantir a segurança dos alimentos e prevenir doenças transmitidas por alimentos, as instalações dessa indústria utilizam produtos químicos ao limpar, higienizar e desinfetar máquinas, equipamentos e superfícies. Muitas instalações também usam produtos químicos como aditivos ou conservantes durante o processamento de alimentos. Os trabalhadores que entram em contato com produtos químicos precisam de EPIs com níveis adequados de proteção contra respingos de produtos químicos e, se trabalharem com alimentos ou superfícies gordurosas, também precisam de uma aderência confiável. O portfólio Ansell de proteção química, líder do setor, inclui soluções de nitrilo, neoprene e PVC com diferentes níveis de resistência química contra ácidos, substâncias cáusticas, graxas, gorduras animais e outros produtos químicos.
Fornos, fritadeiras, seladores de calor e outros equipamentos utilizados para cozinhar e preparar alimentos expõem os trabalhadores a superfícies extremamente quentes e ao risco de queimaduras graves. Além dos equipamentos de cozimento, água quente e vapor são causas comuns de lesões em instalações de processamento de alimentos. A proteção térmica e contra o calor da Ansell protege os trabalhadores de processamento de alimentos contra queimaduras sem comprometer o conforto ou a destreza.
Câmaras frias são normalmente usadas para armazenar e preparar alimentos. As diretrizes de segurança alimentar geralmente ditam que as câmaras frias devem manter uma temperatura abaixo de 40°F. A Ansell oferece uma ampla gama de soluções para trabalhadores de processamento de alimentos com exposição prolongada a câmaras frias, geladeiras e freezers, para manter as mãos aquecidas, mantendo a destreza em temperaturas frias.
Além de todas as proteções específicas citadas anteriormente é comum existirem outras operações de manuseio ou operação geral na indústria de processamento de alimentos que exigem a proteção do trabalhador. Alguns exemplos seriam situações de armazenagem, transporte, manutenção ou conserto de equipamentos.
Como resultado da COVID-19, os locais de trabalho devem considerar a necessidade de proteção contra a propagação de doenças e infecções virais. A Ansell oferece uma ampla gama de soluções que atendem às orientações da Organização Mundial da Saúde sobre prevenção e controle de infecções. Para tomar uma decisão fundamentada, os compradores e usuários do produto devem obter as informações mais recentes e completas sobre o EPI adequado para a proteção contra a COVID-19 e outros vírus em seus ambientes e aplicações específicas.

Recursos adicionais

O que você sabe sobre a rdc 26/2015?

A RDC nº 26/2015 foi publicada como complementação à RDC nº 259/2002, que trata da rotulagem das embalagens de alimentos. Ela estabelece as diretrizes de processamento dos principais alimentos que causam alergias alimentares.
SAIBA MAIS

1. Balanço do 1º semestre/2020 Abia https://www.abia.org.br/downloads/InfograficoABIA-1sem2020.pdf
2. Indicadores do mercado brasileiro de equipamentos de proteção individual Animaseg 2020 https://animaseg.com.br/animaseg/index.php/indicadores-de-mercado